TerMouz-05

10 em ponto: Dez Perguntas certeiras a Teresa Mouzinho

Que peça de vestuário nunca deveria ter sido inventada? 
Calças de ganga com rasgões.

 

Uma mulher portuguesa que admire pelo estilo?

Só me ocorre uma e já morreu: Maria Barroso. Não portuguesas imensas e uma das que mais gosto é Amal Clooney nos looks profissionais e só nesses.

 

E uma que seja para si um exemplo de vida?


Uma vez mais ocorre-me uma não portuguesa Edwina Mountbatten. Não era especialmente bonita, embora muito elegante e era riquíssima e estouvadíssima até à Segunda Guerra Mundial. Teve um papel notável e de grande coragem durante a guerra, frequentemente correu riscos de vida para salvar feridos de bombardeamentos e posteriormente na Índia (como mulher do último imperador da Índia) desempenhou um papel social imenso e notável antes e depois da independência da Índia.

 

Que provérbio popular lhe assenta que nem uma luva?

Gosto de ter sempre presente que devagar se vai ao longe.

 

Se pudesse, a quem enfiava o barrete?

Enfiaria barretaços até aos pés todos os dias às pessoas mal-educadas e que não têm noção que a sua liberdade acaba onde começa a do próximo.

 

As T-shirts com mensagens fortes estão na moda. Se lhe pedissem para criar uma, o que escreveria?


Essas t-shirts estão para mim logo a seguir às calças de ganga com rasgões!! Mas tendo que criar uma poria em letras garrafais SORRIA, SEJA SIMPÁTICO, SEJA GENTIL.

 

Diz-se muitas vezes que a vida é uma viagem, nesse sentido, o que é que a vida já lhe ensinou que é sempre excesso de bagagem?

O rancor e os ódios de estimação. Pesam imenso, vive-se bem sem eles.

 

De que espartilho é que as mulheres ainda não se livraram?

Não sei. Nunca me senti espartilhada com nada e apesar da minha provecta idade, se calhar por andar por um meio muito próprio, o da cultura, nunca me senti deixada para trás ou diminuída por ser mulher. A geração da minha mãe sim viveu muitíssimo apertada em inúmeros espartilhos.

 

Complete esta frase: “sinto-me nua sem….” 

Sinto-me nua sem o telemóvel e perfume. Mas atenção ainda uso um daqueles telemóveis pré-históricos que só servem mesmo para telefonar e mandar sms e nem mesmo os ladrões querem roubar. Serve-me bem é tudo o que preciso e não posso viver sem ele.

 

E para terminar, quais as palavras que assentam bem em toda a gente ?

Elegância e aprumo acho que ficam sempre bem a qualquer pessoa.

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Artigos recentes

Um leque de possibilidades

Um leque é composto por tiras: este tem 5. E ao contrário do que costumo fazer, o meu foco não é simplesmente as tendências da moda mas o que realmente devia ser moderno toda a

Que pais queremos ser?

«A tua visão tornar-se-á clara quando puderes olhar para o teu coração. Quem olha para fora sonha. Quem olha para dentro, desperta». Carl Jung Quando nos tornamos pais somos confrontados com um dos mais desafiantes,

Perdi a Carteira!

‘Quanto mais pequena melhor’, disse alguém quando lançou a tendência das Malas e Carteiras 2019. Vamos parar de perder carteiras de dinheiro – calma, wait for it – para começar a perder as carteiras ou

Camp: Notes on Fashion – Met Gala 2019

Realizado na primeira segunda-feira de Maio no Metropolitan Museum of Art, o Met Gala é um dos acontecimentos mais aguardados por qualquer pessoa que tenha o bichinho da moda dentro de si. Trata-se de um

À Conversa com Mónica Oeiras

A valorização da imagem é importante para qualquer pessoa, independentemente do lugar que ocupam no espectro do tamanho de corpo. É preciso quebrar estereótipos e despir preconceitos. A Dress For Success (DFS) está presente na