Captura-de-ecrã-2021-06-22-às-21.19.48

20 Lições de Anna Wintour – Parte 2

Ainda se lembram dos primeiros 10 ensinamentos sobre os quais reflectimos a semana passada?

Como o prometido é devido, seguem os últimos 10, directamente da mente da brilhante Anna Wintour, directorda da Vogue.

11. As coisas nem sempre correm como desejamos, por isso, é importante saber apreciar uma surpresa. Ou pelo menos decifrá-la e entender como pode ser positiva para nós.

12. Até porque as pessoas estão sempre à espera de ver algo diferente. Surpreender o nosso cliente/público/espectador é obrigatório.

13. Portanto, este conselho da Anna W. foi muito directo: não joguem pelo seguro, mostrem um olhar diferente e um ponto de vista muito forte.

14. Vejam o exemplo de Alessandro Michele quando chegou à Gucci: as mudanças foram drásticas, continuando a respeitar a herança da marca. Graças à sua ousadia e estudo cultural até hoje, a Gucci continua a ser das marcas mais relevantes no mundo da moda.

15. E a realidade é que precisamos mesmo de ser reativos, tomar decisões e avançar: a Directora Criativa da Vogue diz que, na altura do 9/11, a revista aprendeu esta lição de forma muito clara o público é fiel a marcas que defendem pontos de vista.

16. Quando procurarem um parceiro de negócios, que ele tenha as habilitações e qualidades que vocês não têm. Se vocês são a parte criativa, que ele seja a parte numérica. Os opostos equilibram um negócio e fazem-no funcionar.

17. É preciso ser-se coerente, sempre.Mantermo-nos fiéis às nossas convicções, sem deixar que opiniões pessoais interfiram no processo. No final, se nós adorarmos o nosso trabalho, é muito provável que a vida laboral se baseie nos mesmos princípios que a nossa vida pessoal.

18. Para se ser uma boa líder (criativa ou não), é preciso aprender, trabalhar em diferentes sítios e em diferentes cargos, querer sempre mais e melhor.

19. Claro, e conhecer muito bem o nosso público/cliente – onde eles vão de férias, qual o estado civil predominante, tipo de agregado familiar e até onde compra o seu café preferido. Para saber isto tudo já nem é preciso sermos paparazzi ou stalkers, acreditem.

20. Basta conhecer todas as plataformas e meios que temos à nossa disposição e tomar o melhor proveito delas.

Francisca Pedra Soares

Voluntária Dress For Success Lisboa 

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Artigos recentes

X de Infinito: a história da Marta

Apresento – vos hoje uma Mulher inspiradora que conquista qualquer pessoa através da sua energia de Amor e Sabedoria. O seu nome é Marta H., tem 36 anos e nasceu com o sol em balança

X de Infinito: a história da Ana

Conheçam a Ana Rendall – (praticamente) nascida e criada em Oeiras, tem agora 30 anos e formou-se em psicologia clínica. Por voltas que a vida dá, não exerce a função para a qual estudou, tendo

X de Infinito: a história da Elba

Elba Cruz Ramos, beneficiária da Dress For Success Lisboa, formada em Direito e profissional no Ramo Imobiliário, fala-nos da sua história pessoal, os seus desafios e o contributo da DFS para a sua vida atual.

X de Infinito: a história da Isabel

Isabel Lopes Ferreira, tem 57 anos, cientista, funcionária pública. A família e o trabalho são os pilares. Analítica e focada em fazer bem feito. Inovadora e sem medo de encarar mudanças, impulsionando-as. Estudiosa por natureza,

X de Infinito: a história da Manoela

Coragem é a palavra que frequentemente define as nossas beneficiárias, mas desta vez tem um significado especial. A Carla Manoela foi entrevistada e existem outras palavras que ressaltam quando falamos com ela. Honestidade, simpatia, compreensão

X de Infinito: a história da Catarina

Catarina Marques é uma portuguesa que regressou a casa para se lançar numa aventura profissional por conta própria. Conheceu a Dress em 2017, quando vivia na Irlanda. Já em Portugal, procurou a Dress para conseguir