Captura de ecrã 2021-01-19, às 14.40.24

As Mulheres de 2020

2020 foi um ano de muitas atrocidades e mudanças: os fogos devastadores na Austrália; a renúncia dos duques de Sussex, Harry e Meghan, aos títulos reais, a pandemia Covid-19; a morte de Kobe Bryant e da sua filha; o veredicto de Harvey Weinstein; a quebra da bolsa de valores; o movimento Black Lives Matter; as vespas asiáticas; a explosão em Beirut; a morte de Ruth Bader Ginsburg entre outros. Parece impossível olhar para trás e entender que alguns destes acontecimentos nem espaços de meses entre si têm.

Perante estas atrocidades houve, mesmo assim, quem não desse o braço a torcer e tivesse continuado a lutar por tornar o mundo um lugar melhor. São muitas as pessoas que merecem esse lugar de destaque, mas este post vai ser somente dedicado às mulheres que alcançaram tais feitos.

Damilola Odufuwa e Odunayo Eweniyi – formaram em julho de 2020 a Coligação Feminista com o objetivo de melhorar os direitos das mulheres nigerianas, organizando mudanças sociais e lutando contra a violência baseada no género.

Jacinda Ardern – A primeira-ministra da Nova Zelândia foi este ano louvada por vários meios de comunicação por deter uma das respostas ao combate à propagação do Corona Vírus mais bem-sucedidas do mundo. Para além deste feito, é reconhecida pelo apelo à inclusão criando na história da Nova Zelândia o governo mais diversificado de sempre obtendo a representação para grupos minoritários neozelandeses.

Angela Merkel – Em setembro após um incêndio na ilha grega de Lesbos que afetou um campo de refugiados deixando milhares sem abrigo, a Chanceler Alemã concordou em acolher cerca de 2 750 pessoas, pressionando os restantes membros da União Europeia a agir também.

Nadya Okamoto – Com apenas 22 anos é a criadora da organização Period que fornece produtos menstruais a mulheres americanas sem abrigo ou que vivem em casas de acolhimento.

Klementyna Suchanow – A ativista liderou as manifestações da Greve das Mulheres por toda a Polónia após a proibição quase total dos abortos pelo Tribunal Constitucional da Polónia em outubro.

Bikis Bano – No fim de 2019 o primeiro-ministro indiano aprovou uma lei que discrimina os muçulmanos de introduzir a religião como critério de cidadania. A ativista de 82 anos como forma de protesto em Deli, sentava-se todos os dias no local da manifestação desde manhã até ao cerrar da noite, nem mesmo o frio do inverno a intimidou. Este feito fê-la aparecer na lista da Forbes das mulheres mais influentes deste ano.

Allyson Felix – a atleta olímpica ganhou a sua 12º medalha de ouro no campeonato do mundo de atletismo, quebrando o record de medalhas que outrora pertencia a Usain Bolt, e tudo isto 10 meses depois de dar a luz. Com esta vitória enfrentou a Nike quando a marca se recusou a garantir a proteção da maternidade no seu contrato de patrocínio, levando outros patrocinadores após a sua vitória, incluindo a Nike, a repensar as suas políticas para apoiar mães atletas.

Alexandria Ocasio-Cortez – política, ativista e organizadora comunitária dos Estados Unidos, serve atualmente na Câmara dos Representantes em Nova Iorque. As suas ações apelam à educação dos mais jovens, em assuntos políticos e sociais, é vista como um símbolo de esperança e está a redefinir o que é ser uma líder feminina.

Rihanna – A sua coleção de roupa íntima Savage X Fenty e linha de maquilhagem Fenty Beauty passam a mensagem de que nos devemos amar a nós próprios independentemente dos defeitos que a sociedade nos impõe. Bases com mais de 50 tons de pele diferentes, tamanhos de lingerie que vão do XS ao 3X e inclusão da comunidade LGBTQ + nos desfiles e no site mostram que a aceitação e inclusão são os lemas que regem a cantora e body activist.

Em último na minha lista, mas não tão menos importantes, quero celebrar todas as mulheres que de alguma maneira têm iniciativa na Dress for Success Lisboa, quer seja por integrarem a nossa equipa, por recorrerem à nossa ajuda, por doações feitas, intervenções nas redes sociais ou colaborações externas. Porque um conjunto de mulheres guerreiras como estas também merece ser celebrado!

Para verificar as fontes das imagens, por favor clicar nas mesmas. 

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Artigos recentes

Coloque o seu melhor acessório: o Sorriso

A Imagem é fundamental, sendo indiscutível a sua importância, tanto a nível pessoal como profissional. Cuidar da imagem é sinónimo de autocuidado, confiança, autoconhecimento, valorização, de autopoder e até de profissionalismo. Todos os dias tem

Desmistificando: Body Positivity

O conceito Body Positivity, traduzido para «Positivismo Corporal» define a ideia de que todos os corpos devem ser aceites e amados independentemente dos estereótipos marcados pelas culturas e sociedades. Algo básico, não? Podemos olhar para

Este ano o Carnaval é outro!

Longe de mim falar-vos de Carnaval em tempos difíceis e de grande preocupação para todos. O Carnaval passa para segundo, terceiro, quarto … plano e muito bem. Mas aproveito-me (do Carnaval) para vos falar de

À Conversa com Nuno Costa

Nuno Costa, Personal Trainer de Profissão, fala-nos de como o exercício físico é um dos melhores aliados do bem-estar psicológico, especialmente em tempos de pandemia. Porquê uma carreira virada para o desporto e o que

A coragem para a mudança

A vida é uma constante prova de superação dos nossos anseios e medos mas também uma constante prova de coragem, que nos liberta das amarras que nos bloqueiam para ir mais longe, para ir por