ComposureMag06_19

Combinações de Norte a Sul

Influenciada pela nova campanha De Norte a Sagres, decidi pensar num roteiro para este Verão: bonitas parelhas de praia e fato de banho/biquíni condizente.

          Em Julho ainda chovia. Acredito, então, que o Verão virá em Agosto e ficará até início de Novembro, alguém quer apostar?

          Estou a brincar, não faço apostas. Aqui ficam 7 destinos de Norte a Sul, para férias quinzenais, escapadelas de fim de semana ou folgas, para fazer até o sol deixar:

Praia de Moledo, Caminha – ali perto da fronteira com o nosso país irmão, diz que a temperatura da água gela ossos. Mas olhem, diz também que isso faz bem à celulite. “Sofrer para bonita ser” sempre ouvi dizer (na brincadeira, calma feministas).

Ribeira d’Ilhas, Ericeira – já mais perto do centro, ainda com os ares frios do norte. Esta zona é perfeita para observar os surfistas no mar… Então e o que se observa no areia?

Praia Grande, Sintra – a praia mais chique de Portugal, tenho a certeza. À parte caricaturas sociais: um micro clima lindíssimo a 45 minutos de Lisboa onde o areal é uma passadeira vermelha, por isso minha gente, vamos lá tirar o modelito mais vistoso do armário:

Praia da Comporta, Grândola – a água é bipolar e tem dias fresquinhos mas o calor já é abrasador. Estamos mais à vontade,  que tal estes estilos:

Praia Vale de Homens, Aljezur – diz que é de difícil acesso, perfeita para descansar e corrigir as linhas de biquíni que não gostamos tanto. Assim sendo, e porque o anonimato é a melhor invenção do século, vamos reduzir:

Praia dos Tomates, Albufeira – confesso que este é o meu pequeno paraíso de sempre. Esta praia é para famílias, é para amigos e é para curtir um areal bem limpo e água na temperatura perfeita. Mães, façam matchy matchy com os vossos filhos; Pais, levem os DCK ou os calções do Pão de Açúcar: no one cares as long as you’re happy!

Praia da Ponta Ruiva, Sagres – ali a bater recordes de ponta mais ocidental da Europa e a fazer de Portugal “uma pescada de rabo na boca”: chegamos a baixo e a água é outra vez fria e o vento é matador.

Escrevo-vos este mês com expressões mais jocosas porque, pasmem-se, é o primeiro ano da minha vida que não vou ter férias de Verão…. Ah vida adulta! A quanto obrigas! E o humor é um escape emocional para fingir que não tenho inveja do resto da população mundial.

Mais importante que o que eu sinto é este facto:

O nosso país é um sem fim de praias bonitas e paraísos ao virar da esquina. Que não tenhamos nunca preguiça de o explorar!

Francisca Pedra Soares, Consultora de Comunicação

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Artigos recentes

A Alimentação que nos faz sentir bem!

As problemáticas associadas a uma má alimentação, são hoje muito debatidas, com o aumento dos níveis de obesidade (22% dos portugueses têm obesidade e 34% pré-obesidade, de acordo com estudo recente do Instituto de Saúde

O dia do Animal é todos os dias

Em mais de metade da minha vida vou sendo médico-veterinário. Logo no início da minha carreira optei por viver fora de Lisboa e fui para o nordeste transmontano. Saí da capital que me viu nascer

Aguenta coração…

Quando fazemos uma pesquisa em qualquer motor de busca pela web com os termos “epidemia do século XXI”, os resultados não podiam ser mais variados. Seria o pânico de qualquer hipocondríaco. Diabetes, obesidade, Alzheimer… Todas

É Menino ou Menina?

O título é uma brincadeira. Remete para o momento em que sabemos que alguém está grávida; primeira pergunta: É menino ou menina? E esse é o mote para falarmos de moda sem género. Unissexual.  Estaremos

Como manter o armário organizado?

Uma das maiores dificuldades para as mulheres é conseguir manter o roupeiro organizado. Seja por preguiça, ou porque custa tirar peças que achamos que daqui a algum tempo vamos usar, a verdade é que esta

À Conversa Com Margarida Beja da H Sarah Trading

É dever de cada cidadão batalhar contra os abusos ambientais que acontecem no nosso planeta. Sabendo que a indústria da moda é a segunda mais poluente do mundo, devemos contrariar esta estatística. A reciclagem têxtil