Captura de ecrã 2020-10-05, às 22.36.22

Conheçam a Carla Martins

Positivismo, determinação e carisma são as palavras que melhor descrevem a nossa blogger Carla Martins. Reside em Viseu, tem 37 anos e trabalha como coordenadora administrativa de equipas para Angola numa multinacional portuguesa, actividade que concilia com a de consultora de imagem no seu projeto pessoal/profissional a BLiSS Image Consulting.

Com origens algarvias toma a praia como o seu porto seguro. 

Diz que gosta de aproveitar as coisas simples da vida, de ler um bom livro e de passar tempo com os amigos e a família, mas aquilo que lhe dá mais prazer é viajar pelo mundo.

Como é que descobriste este bichinho do gosto pela moda? Existe mais alguma paixão?

Desde sempre dei comigo a fazer a roupa das minhas bonecas, a roubar roupas ao armário da minha mãe …. e adorava ir para casa de uma tia por causa dos saltos altos que ela tinha. Ou seja, desde pequenina que tenho esse gosto. No entanto, a minha paixão era sempre o estilismo e ainda hoje gosto de desenhar… mas nunca me profissionalizei. E lá está quando foi na altura de estudar acabei por não seguir esse caminho uma coisa de que me arrependo ou talvez não … mas efetivamente a vida também se encarrega de por as coisas no seu lugar. Mas continuo a desenhar ainda hoje, a fazer coisas para mim e para amigas e, apesar de não ter sido profissionalmente ligada à moda, acabei por continuar a estimular esta paixão (com a consultoria de imagem). Outra paixão seria viajar sem dúvida. Viajar torna-me mais rica de conhecimento e de capacidade de adaptação a novas realidades, novas culturas. Herdei esta paixão do meu pai, que já percorreu o mundo. É a melhor herança, as histórias que trazia com ele e que sempre ouvi fascinada.

 

Se pudesses escolher qualquer trabalho no mundo continuarias a fazer o que fazes hoje?

Sim sem dúvida, optava pela parte da consultoria de imagem aliada à parte do estilismo porque é uma coisa que gosto muito e um dos meus sonhos é ainda vir a ter uma colecção minha mesmo que seja só pela experiência. (risos).

 

Existe algum conselho que te tenham dado que trazes sempre contigo?

Sou muito ligada aos ensinamentos da Susana Torres e há uma coisa que nunca esqueço … que é «acima de tudo sermos nós mesmas e termos confiança em nós, e isso trabalha-se». É o que eu costumo transmitir aos meus clientes e pessoas que me rodeiam, não consigo ser uma pessoa diferente e na minha opinião temos de ser autênticos…ter a nossa essência, sermos nós mesmos acima de tudo.

 

Quem é a personalidade que mais admiras?

Tenho várias tanto a nível nacional como internacional, ou seja, sou daquelas pessoas que vou bebendo informação de vários lados …. mas por exemplo há uma figura feminina que eu me identifico bastante que é a Eva Longoria, adoro o estilo dela, enquanto pessoa, mãe profissional…é uma pessoa em que me revejo pelo o que ela transmite. Para seleccionar duas pessoas é a Eva e a Susana Torres, que é uma pessoa que tenho como referência pelo trabalho que faz e cujos ensinamentos aplico na minha vida quer pessoal quer profissional.

 

Sabendo o que sabes hoje o que dirias ao teu eu mais novo ou a qualquer outra pessoa que está a começar a descobrir-se a si própria e ao seu caminho?

Nunca desistir dos sonhos, acho que podemos sempre lutar pelos nossos sonhos e nunca deixar as coisas arrumadas na gaveta. Mas acima de tudo sempre com os pés na terra, sermos nós mesmas e nunca desistir.

 

Por último: como é que começou a tua jornada de Voluntária na Dress for Success Lisboa?

Tive uma reunião com a Filipa, inicialmente para poder colaborar com a Dress na parte da consultoria de imagem, mas como eu não estou sempre em Lisboa criava um entrave em termos de disponibilidade e então foi aí que surgiu a oportunidade de escrever para o blog onde sempre consigo estar mais ativa, com textos direcionados para a consultoria apesar de por vezes também sair da minha zona de conforto e escrevo sobre outros temas que são sugeridos…… Apesar do objetivo inicial ainda não ter sido realizado, continua nos meus planos e até lá compenso de outras maneiras, como quando vou ajudar alguma cliente e tiramos roupa do seu armário vejo sempre o que é que está em bom estado e faço uma seleção do que é que a Dress precisa para doar…. É o meu lado mais humano, de poder ajudar outras mulheres e compactuar com as suas histórias.


Entrevista feita pela Ana Carolina Freitas

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Artigos recentes

Hoje passei aqui só para dizer um Olá!

Não fique espantado ou admirado: faça como nós na DFS, atreva-se no dia Mundial do Olá, 21 de novembro, a cumprimentar 10 pessoas distintas. Aproveite para dizer olá aquela pessoa a quem já não fala

Moda sustentável e criatividade

No dia 17 de novembro é celebrado o Dia Mundial da Criatividade. Sem o poder da nossa imaginação e a capacidade de nos deixarmos absorver pelos pequenos detalhes que nos rodeiam, a criatividade não existiria,

A mudança começa em ti

Alguma vez sentiste medo de abrir a porta de tua casa? Alguma vez deixaste de convidar alguém para entrar em casa porque estava tudo desorganizado e tinhas vergonha? Observaste o teu armário cheio de roupa