Captura-de-ecrã-2021-01-30-às-16.25.48

Os silêncios da nossa vida

O que é, para si, ser feliz?

Estão a ser uns tempos desafiantes. Por vezes à nossa volta temos pessoas que, com esta pandemia, passam por situações de desemprego, perda de familiares, etc. Não era assim que sonhávamos o início de 2021, certamente.

Tenho observado o cepticismo de muita gente que considera estas medidas de confinamento ineficazes. Outros há que se queixam que estão a ir contra a sua liberdade individual. E, claro, há os optimistas compulsivos, que têm fé na vacina e nos governantes.

Faço um desabafo: também já não aguento tanta restrição e confinamento. Mas se for para o bem de todos, porque não fazer mais um esforço?

O ser humano está feito para conviver e socializar e, como bem sabem, o Zoom e outras plataformas idênticas resolvem muitos problemas, mas serão sobretudo os problemas de âmbito profissional, porque a nível pessoal/social, viver festas como o Natal, via Zoom, é impensável, certo?

E no meio deste cenário incerto cheio de restrições, como podemos ser felizes? Ouvi em tempos a história de um homem que esteve preso – injustamente, ainda por cima – e que confidenciava a um amigo que nunca se tinha sentido tão livre como então. «Como assim?», perguntava-lhe o amigo. «Porque foi quando estive preso que me reencontrei e consegui dar asas aos meus sonhos e ideais. Descobri aquilo que quero para mim e por onde ir para o conseguir.»

Confesso que até muito recentemente, sempre tinha considerado esta história pouco realista. Mas, contudo, como aprendemos com as experiências que a vida nos dá, comecei a perceber que é mesmo assim. Não é no meio do barulho e das confusões do nosso dia-a-dia que vamos escutar a nossa voz interior. É no silêncio e quando abrandamos o ritmo. Mas nem sempre isso é possível no nosso mundo competitivo e acelerado.

Escutar a nossa voz interior dá-nos paz. E é em paz que conseguimos ser felizes. Assim sendo, deixo uma interpelação: que silêncios constrói na sua vida para conseguir ser feliz?

Ainda percorremos poucas semanas em 2021, estamos bem a tempo de fazer mudanças e ajustes na nossa rotina, para encontrar os silêncios necessários para a nossa felicidade. Já sabemos que teremos, num futuro próximo, desafios acrescidos. Mas não nos podemos deixar derrotar por eles. Temos de ser mais fortes, mais inteligentes e, assim, chegaremos mais longe. A nossa felicidade está ao alcance de um silêncio.

Filomena Gonçalves
Blogger, a construir um sonho de cada vez
www.theladyintheblackdress.wordpress.com/

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Artigos recentes

Coloque o seu melhor acessório: o Sorriso

A Imagem é fundamental, sendo indiscutível a sua importância, tanto a nível pessoal como profissional. Cuidar da imagem é sinónimo de autocuidado, confiança, autoconhecimento, valorização, de autopoder e até de profissionalismo. Todos os dias tem

Desmistificando: Body Positivity

O conceito Body Positivity, traduzido para «Positivismo Corporal» define a ideia de que todos os corpos devem ser aceites e amados independentemente dos estereótipos marcados pelas culturas e sociedades. Algo básico, não? Podemos olhar para

Este ano o Carnaval é outro!

Longe de mim falar-vos de Carnaval em tempos difíceis e de grande preocupação para todos. O Carnaval passa para segundo, terceiro, quarto … plano e muito bem. Mas aproveito-me (do Carnaval) para vos falar de

À Conversa com Nuno Costa

Nuno Costa, Personal Trainer de Profissão, fala-nos de como o exercício físico é um dos melhores aliados do bem-estar psicológico, especialmente em tempos de pandemia. Porquê uma carreira virada para o desporto e o que

A coragem para a mudança

A vida é uma constante prova de superação dos nossos anseios e medos mas também uma constante prova de coragem, que nos liberta das amarras que nos bloqueiam para ir mais longe, para ir por